A produção de vinhos é relevante em muitos países. No entanto, os vinhos chilenos vêm ganhando relevância no Brasil nos últimos anos por dois motivos especiais: a qualidade dos rótulos e o preço vantajoso das garrafas vizinhas.

Com isso, os vinhos chilenos ocupam o topo da lista de vinhos importados no Brasil há mais de dez anos, concentrando mais de 40% da fatia do mercado. 

Se você é mais um dos apaixonados por vinho, com certeza já experimentou algum rótulo chileno. Mas se a sua relação com os vinhos chilenos ainda não está tão íntima, esse conteúdo veio para te ajudar.

Continue a leitura e saiba mais sobre a história do vinho chileno, as regiões produtoras e indicações dos melhores vinhos bons e baratos. Preparado? Acompanhe!

A história do vinho chileno

Ao contrário do que muitos pensam, a relação entre o Chile e o vinho começou muito antes da independência do país, em 1818. Os primeiros relatos são de meados do século XVI, com a chegada dos colonizadores espanhóis na América do Sul.

Em 1780, a exportação de vinhos chilenos já era uma realidade, o que fez com que os investimentos nos vinhedos aumentassem substancialmente. 

Após a independência do Chile em relação à Espanha, os vinhos chilenos começaram a se afastar do estilo europeu, assumindo mais personalidade própria. Graças ao excelente solo e clima da região, foi possível importar uvas da Itália e França para serem cultivadas em solo chileno, o que aumentou a diversidade dos vinhos chilenos. 

Apesar da facilidade de cultivo nos vinhedos, a produção de vinho sofreu muita influência dos períodos históricos vividos pelo país. Em 1900, os vinhos chilenos estavam presentes no mercado mundial, sendo considerado um dos melhores vinhos pelos apreciadores da bebida. 

No entanto, com a chegada da Segunda Guerra Mundial, a produção de vinho entrou em recessão, decaindo ainda mais nos anos 70 e 80, pela situação política do país. O resultado disso foi a destruição de muitas videiras, uma vez que a produção não era mais lucrativa. 

O retorno dos vinhos chilenos

Duas taças com vinhos chilenos.
Atualmente, os vinhos chilenos são extremamente populares.

Com um cenário político mais pacífico, a produção foi retomada no início dos anos 90, com incentivo do governo. Graças à experiência de centenas de anos, a excelente localização geográfica e o clima perfeito, o Chile se recuperou em pouquíssimo tempo, e hoje os vinhos chilenos já possuem o dobro de popularidade do que antigamente

Entre os diferenciais do Chile estão:

  • produção de vinhos de forma sustentável, mesmo com uma alta demanda;
  • investimento em novas tecnologias;
  • extensa costa oceânica, que auxilia no sabor do vinho chileno;
  • mistura de uvas na composição, marca típica dos vinhos chilenos. 

Hoje o Chile já exporta seus vinhos para os cinco continentes, somando mais de um bilhão de dólares todos os anos. Além disso, recebe um alto investimento para uso do seu território e solo para produção externa. 

Uvas chilenas

A diversidade de uvas no país, como já citamos anteriormente, chama bastante a atenção e contribui para que o Chile possa dar origem a sabores únicos. Conheça a seguir as principais uvas encontradas na região: 

Cabernet Sauvignon

Apesar da sua origem francesa, essa uva se adaptou muito bem ao Chile. O seu sabor varia de região para região dentro do Chile, dando origem a vinhos chilenos bons, baratos e completamente distintos, feitos a partir da mesma uva.

Sauvignon Blanc

O Chile é um dos maiores produtores de vinhos com essa uva, possuindo inclusive reconhecimento internacional. Os vinhos desta cepa possuem aroma intenso de frutas cítricas e tropicais, sendo uma das melhores opções para degustação em climas muito quentes

Carménère

3 cachos de uvas em destaque.
As uvas Carménère dão um sabor delicado e um aroma sutil para os vinhos.

Uma das uvas tintas mais populares do país, possui muita delicadeza e aromas sutis, que lembram mirtilos e cerejas. Esse tipo de vinho chileno é indicado para quem tem um paladar sensível, ou esteja iniciando a apreciação de vinhos. 

Chardonnay

Esse tipo de uva é muito comum em todo mundo, e não seria diferente no Chile. É conhecida pelo seu sabor marcante com notas frutadas, sendo uma excelente opção para vinhos brancos e tintos

Syrah

Uma das uvas mais antigas do mundo tem presença marcada entre os vinhos chilenos. Com um sabor apimentado único, as safras desta cepa têm ganhado o coração dos apreciadores de vinhos chilenos. 

Merlot

Sendo a região da província de Colchagua a principal produtora deste tipo de uva no Chile, a uva Merlot é conhecida por ser sabor concentrado, porém gentil ao paladar. 

Pinot Noir

Muito presente nas regiões da Borgonha e Champagne no Chile, esse tipo de uva produz vinhos tintos de coloração mais clara. Com sabor adocicado, leve e refrescante, as uvas Pinot Noir chilenas remetem ao sabor de cereja, chantilly e morango.  

Regiões produtoras de vinhos chilenos

Videiras com vários cachos de uvas em destaque.
Conheça as principais regiões produtoras de vinhos chilenos.

Conheça quais são as regiões que produzem os melhores vinhos chilenos:

Aconcágua

Essa região é extensa e ocupa desde a costa até o interior do Chile. Bem ensolarada, as partes com maior altitude são geralmente aquelas que possuem o cultivo de uvas.

As uvas mais presentes na região são as de Bordeaux:

  • Cabernet Sauvignon;
  • Merlot;
  • Cabernet Franc. 

Vale do Maipo

Foi nesta região que os exploradores espanhóis iniciaram o cultivo de uvas. Bem próximo à capital Santiago, é uma região que recebe bastante turistas.

A principal uva da região é a Cabernet Sauvignon, que adorou o clima de Maipo. 

Vale Rapel

Essa região percorre boa parte da cadeia montanhosa do país, e é responsável por um quarto da produção de uvas no Chile.

Apesar de ser especialista em uvas tintas, também é possível encontrar as boas uvas Chardonnay e Sauvignon Blanc. A Malbec vem sendo introduzida recentemente na região, sendo mais uma opção entre os cultivadores. 

Vale de Colchagua

Localizada a 160 km de Santiago, ao sul, o clima predominante é quente e seco, com solo composto por uma mistura de granito, argila vulcânica e xisto. Essa região chilena é muito comparada com a região de Napa Valley, na Califórnia (EUA).

As principais uvas presentes na região são:

  • Syrah;
  • Cabernet Sauvignon.

Cachapoal

Cachapoal fica localizada próxima à Cordilheira dos Andes. As uvas de Bordeaux e Carménère cultivam perfeitamente nessa região, além da produção de Cabernet Sauvignon, umas das uvas mais importantes para o país. 

Curicó

Cercada por montanhas, essa região possui um clima atípico. As montanhas bloqueiam a interferência oceânica o que faz com que o ambiente seja continental, com grandes variações entre as temperaturas do dia e da noite.

Prevalece na região a produção de Sauvignon Blanc, com um sabor e características únicas. 

Vale do Maule

Videira com 3 cachos de uvas em destaque.
O vale do Maule tem uma grande diversidade na produção de uvas.

A região com maior extensão territorial do Chile fica a 300 km da capital. Por lá, prevalece o clima quente e você encontra a maior diversidade de uvas. Entre elas estão:

  • Merlot;
  • Cabernet Sauvignon;
  • Malbec;
  • Carignan;
  • Pinot Noir;
  • Chardonnay;
  • Carménère.

Limari

Por ser muito próximo do deserto do Atacama, essa região possui um clima bem diferente para o cultivo de uvas, sendo extremamente seco e árido. Apesar disso, as uvas Chardonnay e Syrah se adaptaram muito bem à região. 

Vale de Santo Antônio

Uma das regiões mais frias e chuvosas do Chile, começou a ser explorada a pouco tempo. A região vem se mostrando ideal para o cultivo de Pinot Noir e Chardonnay, que adoram as baixas temperaturas e dão origem a vinhos frescos e equilibrados. 

Casablanca

Essa região chama a atenção dos turistas já que seus vinhedos possuem uma pesada névoa branca e ar salgado, devido a sua proximidade com o oceano. Funcionando desde a década de 80, essa região cultiva uvas:

  • Syrah;
  • Sauvignon Blanc;
  • Pinot Noir;
  • Chardonnay.

Melhores vinhos chilenos bons e baratos

Pessoa servindo uma taça de vinho chileno.
Conheça os melhores vinhos chilenos bons e baratos.

Os melhores vinhos chilenos não necessariamente precisam ser caros. Existem opções de vinhos bons e baratos e é isso que vamos conhecer agora. Anote e faça seu pedido na Savegnago!

Concha y Toro

Com uva Malbec, essa opção é um exemplo de vinho bom e barato. Seu sabor suave harmoniza muito bem com carnes vermelhas, pizzas e massas. 

San Pedro Gato Negro

Se você prefere vinhos mais fortes, esse misto de uvas Cabernet Sauvignon e Shyraz vai te conquistar. Com um bom custo benefício, ele harmoniza com carne vermelha, massas ao molho bolonhesa e queijos. 

Casillero del Diablo Merlot

Essa opção está entre os melhores vinhos chilenos bons e baratos e é um dos mais famosos no Brasil. Com tom suave de frutas vermelhas e aromas que lembram chocolate e baunilha, é um ótimo vinho para acompanhar massas, risotos e queijos suaves. 

Leyda Pinot Noir

Essa é uma opção de vinho tinto leve, que harmoniza perfeitamente com massas ao molho vermelho, risotos, pizzas e parmegiana. 

Orgânico Coyam

Ganhador de diversos prêmios, esse vinho é composto por uma mistura de uvas, e passa por um processo de envelhecimento de 13 meses.

O resultado é um sabor de frutas negras e vermelhas que combina muito bem com carnes de sabor forte, queijos de cabra e queijos maduros. 

Emiliana Sauvignon

Uma excelente opção de vinho branco bom e barato. Ideal para dias mais quentes acompanhado de carnes brancas, pescados e saladas.

Santa Carolina Cabernet Rosé

Este vinho rosé tem a leveza de um vinho branco, com um aroma adocicado de frutas vermelhas e groselhas. Harmoniza muito bem com carnes brancas, queijos e massas. 

Agora você já conhece os melhores vinhos chilenos bons e baratos e sabe que eles são uma aposta certeira para curtir bons momentos.

Ainda não garantiu o seu? Entre hoje mesmo no site da Savegnago, encontre vinhos bons e baratos e faça seu pedido online. Por lá você encontra opções de vinhos chilenos e muito mais para fazer compras completas para você e sua família. 

Este artigo foi útil?

Sim Não
Savegnago

Por: Savegnago

Por: Savegnago

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *